28 de jul de 2011

João e o pé de feijão



João e o pé de feijão

Era uma vez uma pobre viúva. Ela tinha  um  filho  muito  rebelde  e esbanjador. O seu pai tinha sido um homem muito rico, até que um dia  um gigante roubou sua harpa mágica e a galinha dos  ovos  de  ouro.  O  pai morreu pobre. O pouco que restou o menino acabou com tudo,  por  ser  um grande esbanjador.
A única coisa que sobrou foi uma vaquinha. Um dia não tendo  mais  o que comer, a mãe pediu ao menino:
– Vá à cidade e venda nossa vaquinha para que possamos comprar pão.
Assim o menino foi levar a vaquinha ao mercado. No caminho encontrou  um açougueiro que lhe propôs:
– Troco sua vaca por uns grãos mágicos de feijão. O que acha?…
João achando que fosse uma grande oferta, acabou aceitando.
Quando o menino chegou a casa, a mãe ficou furiosa com a troca que o menino havia feito. Ela pegou os grãos de feijão e os jogou pela janela.
A mãe foi dormir chorando porque não tinham o que comer.
Na manhã seguinte, João acordou bem cedo e  com  muita  fome.  Ficou espantado quando viu um pé de feijão tão grande que chegava ao  topo  do céu. João que gostava de aventuras resolveu subir nele.
Depois de subir algumas horas encontrou um castelo entre as  nuvens.
A porta do castelo estava  aberta  e  ele  resolveu  entrar.  Dentro  do castelo encontrou o malvado gigante dormindo. Era o  mesmo  gigante  que tinha roubado a harpa mágica e a galinha dos ovos de ouro.
O menino foi até a outra sala do castelo e encontrou a harpa  mágica e a galinha dos ovos de ouro. Quando o menino pegou a harpa e a galinha, esta começou a cacarejar e o gigante despertou com o barulho.
O gigante ainda conseguiu ver o menino fugindo. O menino desceu mais que depressa pelo pé de feijão. O gigante foi atrás, mas como não  tinha a mesma agilidade, o gigante não conseguiu alcançar  João.  Quando  João desceu ele pegou um machado e cortou a árvore.
A árvore caiu e o gigante levou um tombo muito grande. Com a queda o gigante acabou morrendo. João contou a aventura para sua mãe  que  ficou muito orgulhosa com a coragem do menino.
De posse da harpa mágica e da galinha dos ovos de ouro, João  e  sua mãe nunca mais sentiram fome. E Viveram felizes para sempre.

0 comentários:

Postar um comentário