25 de dez de 2010

Feliz Natal!!!



À todos os amigos, seguidores e visitantes do meu blog...
...Que os desejos se realizem e nunca deixem de sonhar... Que boas surpresas aconteçam e tenham muita paz...


1 de dez de 2010

22 de nov de 2010

Ladainhas para pular corda


Subi numa roseira
Quebrei o galho
Me segure, "fulana"
Senão eu caio.

Modo de brincar: grupos de 4 a 6 crianças com uma corda. Duas crianças "batem" corda girando-a. Outra criança entra na corda, recita os versos até o fim, chama o nome de quem a substituirá ( fulana).









-Ai,ai (criança que salta)
-Que tem? (grupo)
-Saudades (criança que salta)
-De quem? (grupo)
-Do cravo, da rosa, da malva cheirosa,da "fulana" bonita do meu coração. (criança que salta)

Modo de brincar: grupos de 4 a 6 crianças com uma corda. Duas crianças "batem" corda girando-a; outra criança entra na corda e inicia o diálogo com o grupo; ao final chama o nome daquela que a substituíra "fulana", e sai da corda.









Um homem bateu em minha porta
e eu abri,
Senhoras e senhores,
pula num pé só,
Senhoras e senhores,
Põe a mão no chão.
Senhoras e senhores,
dá uma voltinha,
E vá... pro olho...da rua!

Modo de brincar: duas crianças "batem" corda, girando-a. Todas as crianças recitam a ladainha. Durante o primeiro verso, uma delas entra na corda e vai executando os movimentos citados; no último verso ela sai da corda. Reinicia-se a brincadeira com a entrada de outra criança.
Variação: O professor e as crianças criarão outros movimentos mais complexos como, por exemplo, "pular agachado"," pular batendo palmas", etc.

 



Batalhão-lhão-lhão
Quem não entra é um bobão!
Abacaxi-xi-xi
Quem não sai é um saci


Modo de brincar: duas crianças "batem" corda, girando-a. Durante a primeira metade da ladaínha, as crianças são desafiadas a entrar no corda; na segunda metade, devem sair.
Observação: essa brincadeira deve ser realizada com uma corda coletiva longa; isso possibilitará a entrada de muitas crianças ("batalhão").



Salada, saladinha
Bem temperadinha
Com sal, pimenta,fogo ,foguinho.

Modo de brincar: duas crianças "batem" corda, girando-a com velocidade normal. Quando chegar no "foginho" deve-se "bater" corda com um ritmo acelerado.









-Tum, tum (grupo)
-Quem é ? (quem salta)
-Padeiro. (quem vai entrar)
-Pode entrar que eu vou buscar o dinheiro. (quem salta)

Modo de brincar: grupos de 4 a 6 crianças com uma corda. Duas crianças "batem" corda, girando-a. As outras formam uma pequena coluna. A primeira criança da coluna entra na corda e estabelece um diálogo com a segunda coluna, que a substituirá ao final dos versos; e assim por diante.


Fonte:   http://jogosebrincadeirasparacriancas.blogspot.com/


20 de nov de 2010

Consciência Negra - Sugestão de Atividades

Sugestões de Atividades
       
  • Propor aos alunos que listem duas características físicas e duas características de seu caráter/personalidade. 
  • Recolher todas as listagens e, de forma lúdica, ler uma a uma para a classe instigando os alunos a descobrirem quem é o dono de cada característica. 
  • Após a brincadeira abrir uma roda de conversa levando-os a refletirem sobre a dinâmica, sondando: O que percebemos com essa vivência? Existem pessoas exatamente iguais? 
  • Permitir que os alunos expressem suas opiniões e, em um segundo momento, propor que todos se observem atentamente e analisem as diferenças entre eles, levando em consideração os tipos de cabelo, as cores dos olhos e da pele, os formatos dos narizes e dos lábios, as alturas, etc. Para criar um clima mais afetivo introduza uma música ambiente tranqüila e permita o toque caso desejem.

    Como dever de casa peça que levem figuras de pessoas diferentes e de pessoas que admiram/idolatram. (É importante o professor também pesquisar e contribuir levando imagens de crianças do mundo inteiro, das diversas religiões, como se vestem e como são diferentes).

    Peça aos alunos que separem as figuras dos ídolos e primeiro explore bastante as diversas imagens. Peça que justifiquem a escolha das mesmas, que dêem um adjetivo para cada uma delas: essa pessoa parece ser...? Proponha que agrupem as figuras usando o critério que preferirem e que o justifiquem. Converse, então, sobre o preconceito e a discriminação, baseados na aparência.

    Aproveite para falar sobre os tons de pele, sobre a importância de diversas culturas, riqueza cultural dos diversos continentes.
    Com as figuras dos ídolos analise quantos são negros e liste nomes de personalidades negras conhecidas da classe. Promova uma conversa informal com a classe para perceber que critérios eles utilizam para eleger seus "modelos": beleza, riqueza, talento, carisma, etc.

    Em artes plásticas podem ser confeccionados bonecos negros. É interessante “dar vida” aos bonecos propondo que os alunos os transformem em personagens que podem interagir através de dramatizações e entrevistas.

    Brincando, a criança aprende a lidar com o mundo e forma sua personalidade, recria situações do cotidiano e experimenta sentimentos básicos. Logo, vale pesquisar, juntamente com os alunos, jogos e brincadeiras tradicionais africanos e possibilitar momentos de integração e descontração onde as crianças brinquem e joguem.

    Fonte:

    http://www.projetospedagogicosdinamicos.com/negro.htm

    19 de nov de 2010

    Atividades Dia da Bandeira




    Hino à Bandeira


    Hino à Bandeira
    Musica: Francisco Braga
    Versos: Olavo Bilac


    SALVE LINDO PENDÃO DA ESPERANÇA,
    SALVE SÍMBOLO AUGUSTO DA PAZ!
    TUA NOBRE PRESENÇA À LEMBRANÇA
    A GRANDEZA DA PÁTRIA NOS TRAZ

    RECEBE O AFETO QUE SE ENCERRA,
    EM NOSSO PEITO JUVENIL,
    QUERIDO SÍMBOLO DA TERRA
    DA AMADA TERRA DO BRASIL!

    EM TEU SEIO FORMOSO RETRATAS
    ESTE CÉU DE PURÍSSIMO AZUL
    A VERDURA SEM PAR DESTAS MATAS,
    E O ESPLENDOR DO CRUZEIRO DO SUL...

    RECEBE O AFETO...

    CONTEMPLANDO O TEU VULTO SAGRADO,
    COMPREENDEMOS O NOSSO DEVER,
    E O BRASIL POR SEUS FILHOS AMADO,
    PODEROSO E FELIZ HÁ DE SER

    RECEBE O AFETO...

    SOBRE A IMENSA NAÇÃO BRASILEIRA,
    NOS MOMENTOS DE FESTA OU DE DOR,
    PAIRA SEMPRE SAGRADA BANDEIRA
    PAVILHÃO DA JUSTIÇA E DO AMOR.

    RECEBE O AFETO...


    13 de nov de 2010

    Pinheirinho de Natal - história


    PINHEIRINHO DE NATAL 


    Tudo aconteceu há muito tempo atrás.          
    Era noite de natal e no céu estava uma linda  lua.
    O céu iluminado; era uma noite especial porque havia acontecido o nascimento de Jesus.           
    José e Maria estavam adorando o menino Jesus na sua manjedoura.
    Tinha perto deles três árvores uma oliveira, uma palmeira e um pinheiro.
    As árvores também estavam adorando esta noite especial e conversando, queriam dar um presente para Jesus.
    A oliveira falou que ia dar de presente para o menino Jesus o azeite para aquecer seus pés e mãos.         
    A palmeira disse que iria refrescar Jesus nas noites de calor.             
    O pinheiro foi ficando triste e murchando.  Então a oliveira perguntou porque ele estava triste? E a palmeira falou que ele não tinha nada para oferecer ao menino Jesus e que iria espinhar o menino.
    Então ele foi ficando mais triste e murchando, murchando mais. 
    Uma fada que passava por ali ficou com dó do pinheirinho e resolveu ajuda-lo.
    Ela teve a idéia brilhante de ir até o céu e derrubar algumas estrelas no pinheirinho.              
    E o pinheirinho foi ficando iluminado, iluminado e foi levantando seus galhos e foi ficando feliz de novo.                
    E o menino Jesus gostou tanto do brilho que bateu seus pezinhos de tanto que gostou.             
    E foi assim que surgiu o primeiro pinheirinho de natal.                      

    Figuras de Natal da Turma da Mônica

    Eu amo a Turma da Mônica...então não poderia faltar essas imagens lindas. Com elas podemos montar diversas atividades: jogo dos sete erros, produção de texto, atividades de matemática, enfim...usem e abusem da criatividade.